Testosterona para mulheres?? - Por Bruno Halpern


Você sabia que não existe indicação de testosterona para mulheres baseada em exames laboratoriais?


No entanto, precisamos questionar essa indicação, por vários motivos. Em primeiro lugar, os ensaios laboratoriais para dosagem de testosterona foram aprimorados ao longo dos anos para medir níveis altos (masculinos). Assim, esses ensaios tendem a ser falhos quando dosam níveis baixos e não existe um valor inferior do método bem definido, abaixo do qual poderíamos fazer um diagnóstico de deficiência de testosterona em mulheres.


Além disso, é preciso se questionar: qual seria a causa da testosterona baixa? Em mulheres com ciclos menstruais preservados, sem alterações no ovário, é improvável que haja alguma que justifique. Na verdade, há sim uma causa: uso de anticoncepcionais com poder anti-androgênico maior (isto é, que iniba mais a testosterona). Nesse caso, porém, se a mulher tiver alguma queixa específica, a melhor solução seria a troca de anticoncepcional e não a reposição de testosterona.


Nesse caso, portanto, a reposição de testosterona antes da menopausa não costuma ser indicada e há riscos de excesso de virilização. Dosar testosterona em mulheres serve para quando suspeitamos de níveis altos e não baixos, pelas razões citadas.


Após a menopausa, o uso pode ser recomendado para mulheres com síndrome do desejo sexual hipoativo (que tem critérios diagnósticos que não incluem a dosagem de testosterona), mas atualmente vemos que o uso está exagerado, sem uma indicação clara, e também com riscos de doses excessivas.


Uma diretriz global conclui que não temos estudos para recomendar o uso de testosterona em mulheres antes da menopausa. O assunto é longo, mas a mensagem principal que quero deixar é: não existe diagnóstico de “testosterona baixa” em mulheres baseados em exames, em nenhuma faixa etária!


Ref: Davis. Global consensus position statement on the use of testosterone therapy for women. JCEM 2019


https://www.jsm.jsexmed.org/article/S1743-6095(19)31314-1/fulltext

40 visualizações0 comentário